Webinar Ex Módulo 3: Perguntas e Respostas – Parte 5

Pergunta:

O que significa o nome 2-WISE?

Resposta:

A sigla 2-WISE vem do termo em inglês 2-Wire Intrinsically Safe Ethernet, que significa Ethernet intrinsecamente segura a dois fios.

Os requisitos sobre a especificação de equipamentos 2-WISE e de instalação dos respectivos equipamentos e circuitos em áreas classificadas contendo gases inflamáveis ou poeiras combustíveis estão especificados na ABNT IEC TS 60079-47 (atualmente em processo de publicação pela ABNT).

A implantação de sistemas de campo com o padrão 2-WISE representa uma grande evolução e revolução em termos de instrumentação e automação em áreas classificadas, em função dos recursos que são disponibilizados pelos sistemas Ethernet, incluindo um “salto” das velocidades de comunicação dos atuais 31.5 kbit/s, em sistema FISCO, para 10 Mbit/s proporcionado pelo padrão 2-WISE.

Além disto, permite a utilização unificada de sistemas Ethernet desde o chão da fábrica, onde estão localizados os sensores e atuadores “Ex” até o processamento na nuvem, incluindo funções de controle avançado, engenharia, gestão de ativos, supervisão e controle.

Os requisitos sobre a especificação de equipamentos 2-WISE e de instalação dos respectivos equipamentos e circuitos em áreas classificadas contendo gases inflamáveis ou poeiras combustíveis estão especificados na ABNT IEC TS 60079-47 (atualmente em processo de publicação pela ABNT).

 

Pergunta:

De que maneira a adoção de dois fios, na Ethernet, colaborou para a segurança “Ex”?

Resposta:

O sistema 2-WISE colabora na segurança “Ex” em função da aplicação do tipo de proteção “Segurança intrínseca”.

Além disto, em sistemas 2-WISE não existe mais a necessidade de verificação dos parâmetros de entidade entre equipamentos Ex “i” e equipamentos associados [Ex “i”], uma vez que a ABNT IEC TS 60079-47 define, de forma padronizada, os valores máximos de corrente, tensão, potência, capacitância e indutância, decorrente da padronização dos sinais digitais a serem trafegados entre os dispositivos, os Switches de alimentação (Power Switches) e os Switches de Campo (Field Switches), no padrão Ethernet.

Os requisitos sobre a especificação de equipamentos 2-WISE e de instalação dos respectivos equipamentos e circuitos em áreas classificadas contendo gases inflamáveis ou poeiras combustíveis estão especificados na ABNT IEC TS 60079-47 (atualmente em processo de publicação pela ABNT).

 

Pergunta:

Um motor elétrico “Ex” quando é submetido a serviços de recuperação para a troca de rolamentos e rebobinamento, necessariamente ele tem que ser recertificado?

Resposta:

Negativo. Um dos principais objetivos da Norma ABNT NBR IEC 60079-19 é assegurar, uma vez atendidos os requisitos técnicos e de gestão da qualidade especificados naquela norma, que o certificado original do equipamento elétrico, de instrumentação, de automação ou de telecomunicações “Ex” continua VÁLIDO, após o equipamento ter passado por serviços de reparo, revisão ou recuperação.

Isto faz com que haja a devida CONFIANÇA que o equipamento “Ex” reparado ou recuperado continua SEGURO e pode ser reinstalado em áreas classificadas.

Os equipamentos “Ex” reparados devem receber uma plaqueta adicional, onde é referenciada a Norma ABNT NBR IEC 60079-19 e o número do relatório onde são descritos os serviços de reparo, revisão ou modificação realizados, atendendo tanto os documentos de certificação do equipamento “Ex” ou os requisitos aplicáveis especificados na norma do tipo de proteção “Ex” aplicável ao equipamento.

Certamente o atendimento ao longo da última década da Norma Técnica Brasileira adotada ABNT NBR IEC 60079-19 têm elevado o nível de conformidade normativa dos equipamentos e instalações “Ex”, tanto terrestres como marítimas, colaborando para a elevação dos níveis de segurança dos equipamentos, instalações, pessoas e meio ambiente.

Os requisitos sobre a serviços de reparo, revisão, recuperação e modificação de equipamentos “Ex” certificados para instalação em áreas classificadas contendo gases inflamáveis ou poeiras combustíveis estão especificados na Norma Técnica Brasileira adotada ABNT NBR IEC 60079-19.

 

Pergunta:

Um equipamento com EPL Gc deve operar em Zona 2 em função ser tecnicamente “mais frágil” porque estatisticamente será difícil ter uma atmosfera explosiva presente. Vamos supor que exista essa atmosfera e o instrumento falhe. Assim teríamos uma explosão. O risco dessa infeliz coincidência é aceito porque o volume de gás presente numa zona 2 não geraria uma explosão de grandes proporções? Pelo custo da instrumentação não seria ideal que todos os equipamentos fossem Ga?

Resposta:

Os equipamentos “Ex” certificados com EPL Gc ou Dc foram avaliados em suas condições normais de operação, de forma diferente dos equipamentos com EPL Gb ou Db, onde são consideradas condições de falhas nos equipamentos ou dos equipamentos com EPL Ga ou Da, onde são consideradas a ocorrência simultânea de até duas falhas, ou a presença de dois tipos de proteção “Ex” atuando independentemente um do outro.

Os equipamentos com EPL Gc ou Dc podem ser instalado com segurança em áreas classificadas Zona 2 ou Zona 22 respectivamente porque, sob o ponto de vista de histórico de segurança em áreas classificadas, porque existe a baixa probabilidade de geração de fontes de ignição por parte destes equipamentos, em condições normais de operação, associado, de forma estatística e simultânea, à baixa probabilidade da existência de atmosferas explosivas nestes tipos de Zonas. De acordo com requisitos normativos industriais, existem níveis de risco que são considerados “aceitáveis” ou “toleráveis”, como por exemplo, ocorrência de eventos da ordem de 0,00001 a 0,0000001.

Com relação a custos de aquisição (CAPEX), este não é o principal fator levado em consideração na seleção de equipamentos “Ex”, mas também o OPEX, além dos aspectos de facilidade de serviços de montagem, inspeção, manutenção e reparos “Ex” ao longo do ciclo total de vida dos equipamentos e instalações “Ex”.

Uma padronização de todos os equipamentos com EPL Ga não representa ganhos significativos em termos de custos ou de segurança, na medida em que os níveis de proteção proporcionados (EPL) devem ser proporcionais aos riscos representados pelos locais da instalação (Zonas), e não necessariamente superiores.

Os detalhes de seleção de equipamentos elétricos, de instrumentação, de automação ou de telecomunicações “Ex” (inclusive com EPL Ga, Da, Gb, Db, Gc ou Dc) e montagem de instalações elétricas, de instrumentação, de automação e de telecomunicações em áreas classificadas contendo gases inflamáveis ou poeiras combustíveis estão especificados na Norma Técnica Brasileira adotada ABNT NBR IEC 60079-14.

 

Pergunta

Ainda sobre o uso de prensa cabos barreira, tem a questão de distância ou grupo de gases?

Resposta:

O critério para utilização de prensa-cabos do tipo “compressão” ou “barreira” considera se o cabo utilizado é ou não do tipo “compacto”. Este critério é independentemente do Grupo de gases. No caso de utilização de prensa-cabos do tipo “compressão”, os cabos devem possuir um comprimento superior a 3 m.

O Anexo E (Ensaio de respiração restrita para cabos) da Norma ABNT NBR IEC 60079-14 apresenta os procedimentos a serem aplicados para avaliação se um determinado cabo a ser utilizado é ou não do tipo “compacto” ou se permite ou não uma restrição à “respiração” pelo seu interior.

Os detalhes de seleção de equipamentos (inclusive equipamentos Ex “i”) e montagem de instalações elétricas, de instrumentação, de automação e de telecomunicações em áreas classificadas contendo gases inflamáveis ou poeiras combustíveis estão especificados na Norma Técnica Brasileira adotada ABNT NBR IEC 60079-14.

 

 

Série de Webinars “Ex” promovidos pela Polar Componentes Brasil:

  • Módulo 1: A normalização dos desvios “Ex” (15/04/2021):

Gravação da palestra no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=HC5MtAPLJL4&t=2s

  • Módulo 2: Classificação de áreas (13/05/2021):

Gravação da palestra no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=Z3meH-f5lMs

  • Módulo 3: Conceito de EPL e Tipos de Proteção “Ex” (15/06/2021):

Gravação da palestra no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=SgEoZgnuwu0&t=4s

 

Respostas às perguntas feitas pelos participantes no Webinar “Ex” – Módulo 3 – EPL e Tipos de Proteção “Ex”, realizado no dia 15/06/2021.

×

Atendimento

× Precisa de ajuda?