Uso de drones na luta contra o COVID-19

Nesse post, falaremos sobre o uso de drones na luta contra o COVID-19 e como isso pode nos dar um vislumbre da forma como a saúde pública será monitorada no futuro por governos e outras autoridades de saúde pública.

Nos últimos anos os drones tem ganhado muita popularidade. Eles são um recurso poderoso para fotógrafos e cinegrafistas e já influenciaram drasticamente a forma como os filmes são filmados nos dias de hoje. Você conseguiria se ver assistindo um documentário sobre a natureza ou até um filme sem uma daquelas cenas panorâmicas filmadas do céu? Provavelmente não.

Apesar de haverem várias vantagens no uso dessa nova tecnologia, o uso de drones é muito controverso, particularmente na cultura ocidental. Mesmo assim, hoje em dia, durante a atual crise mundial, drones tem se tornado essenciais na luta contra a pandemia de COVID-19.

 

Uso de drones para entregar suprimentos médicos

Para começar, drones são usados na entrega de suprimentos médicos e equipamentos de proteção pessoal em áreas remotas e/ou áreas de difícil acesso. O uso de métodos tradicionais de transporte como trens, barcos, caminhões ou aviões, causa gargalos na entrega desses suprimentos médicos em áreas remotas. O uso de drones reduz significativamente esses gargalos, reduzindo o tempo de entrega e garantindo que esses suprimentos cheguem aonde e quando necessário.

Um ótimo exemplo é o Departamento de Transportes do Reino Unido, que utiliza drones para entregar suprimentos da Grã-Bretanha para a ilha de Wight. Desenvolvidos pela Universidade de Southampton, esses drones podem voar por até 1000 km e carregar até 100 kg. O projeto foi inspirado no trabalho da companhia americana Zipline, que já utilizava uma frota de drones para entregar auxílio médico em regiões de difícil acesso em Gana e Ruanda, mesmo antes da pandemia. Projetos similares estão surgindo ao redor do globo.

Voos de transporte tradicionais que poderiam levar alguns dias agora podem ser substituídos por drones que precisarão de apenas 30 minutos para chegar em seu destino. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, dois bilhões de pessoas vivem em regiões remotas na África. Para essas pessoas, o uso de drones na entrega de suprimentos pode significar a diferença entre a vida e a morte.

Uma outra abordagem no uso de drones para entregas é ir direto até a casa de pessoas de grupo de risco como idosos, para que esses não precisem sair de casa. Entregas em pontos de coleta em vizinhanças também já estão sendo discutidas.

 

Uso de drones para desinfecção de locais públicos

Uma outra aplicação amplamente utilizada de drones é para desinfectar áreas públicas como ruas e parques. Cidades grandes como Dubai, Xangai e Nova Deli já estão utilizando drones para esse fim. Na verdade, a Índia anunciou que está desenvolvendo drones de desinfecção contra o COVID-19. Essa estratégia consistirá de duas etapas. A primeira utilizará drones altamente eficazes capazes de desinfetar áreas do tamanho de um campo de futebol em apenas cinco minutos. A segunda utilizará um drone que mata bactérias e vírus com luzes ultravioleta.

Na Europa, no momento, projetos sanitários similares estão em operação ou em planejamento para serem usados em menor escala. Entretanto, a cidade francesa de Cannes já iniciou o teste de drones que eram utilizados na agricultura para desinfetar toda a cidade.

 

Uso de drones para realizar anúncios públicos

Em vários países, drones voam pelas ruas da cidade para fazer anúncios de serviços públicos usando megafones ou para supervisionar o comportamento da população. A polícia espanhola utiliza modelos quadcópteros para checar se a população está respeitando as diretrizes de lockdown e para alertar aquelas que as violam.

 

Uso de drones no monitoramento de temperatura corporal

Um dos fatores mais importantes a serem monitorados durante a pandemia é a temperatura corporal da população. Quando a pandemia se iniciou na China, autoridades iam de casa em casa para medir a temperatura das pessoas. Essa prática se mostrou perigosa, já que o responsável pelo monitoramento ficava altamente exposto ao vírus e poderia ser um agente que espalharia o vírus ao invés de lutar contra ele. Assim, os drones se mostraram a solução perfeita para o problema.

O uso de drones no monitoramento de temperatura permitiu manter-se uma distância segura durante o processo. A empresa chinesa líder na fabricação de drones DJI tem feito testes para garantir que o monitoramento de temperatura seja o mais preciso possível.

A Itália também aderiu ao uso de drones para esse fim, especialmente no epicentro europeu da pandemia, a região da Lombardia.

 

Preocupações com o uso de drones

Enquanto droness podem ser altamente efetivos na luta contra pandemias como a atual, essa enxurrada de drones não vem sem preocupações. Apesar de empresas de drones e governos assegurarem que nenhum dado individual é coletado, algumas pessoas possuem grandes receios quanto à segurança de seus dados.

Muitos projetos de drones usados na Ásia e na África não poderiam ser implementados na maioria dos países europeus devido a obstáculos legais. Uma regulação europeia para drones, a princípio planejada para 2019, provavelmente não será implementada antes de 2021 por que alguns países não estão progredindo tão rapidamente na implementação nacional das leis. Até lá, a antiga regulamentação de drones será mantida com todas as suas restrições.

 

Os drones vieram para ficar?

O uso de drones aparenta possuir um papel importante em nosso futuro, especialmente devido à pandemia do COVID-19. Apesar dos receios, a habilidade de realizar entregas de forma rápida enquanto permite às autoridades manterem uma distância segura para fazer anúncios e monitoramento parecem se sobrepor a esses receios.

Vale lembrar que um drone não é um equipamento barato e necessita de proteção de alta qualidade em seu armazenamento e em seu transporte. A Pelican possui um largo catálogo de cases de proteção que são perfeitos para serem utilizados com drones.

A Polar Componentes é distribuidora oficial da Pelican no Brasil. Se você tem interesse em adquirir um case para drones, entre em contato conosco. Clique aqui e conheça todos os produtos Pelican oferecidos pela Polar ou entre em contato com o nosso especialista para mais informaçãoes: leon.pereira@polarb2b.com

 

Fonte: PELI blog.

×

Atendimento

× Precisa de ajuda?