Cases da Pelican no combate ao COVID-19

Transporte de Equipamentos Respiratórios

Com a escassez de respiradores e outros equipamentos respiratórios decorrente da pandemia do COVID-19, a produção desses itens aumentou em níveis nunca antes vistos. Isso levou empresas de outros setores como a Ford, a General Motors e a Fiat Chrysler a iniciar operações para fabricação desses instrumentos para atender à crescente demanda mundial.

Mas além da fabricação, outro desafio atual é transportar esses equipamentos da fábrica até hospitais e centros de tratamento. Para isso os cases da Pelican são resistentes e ideias para o serviço.

Em Nova Iorque, os cases da Pelican já estão sendo usados para acomodar respiradores que são enviados para auxiliar pacientes com dificuldades respiratórias, vítimas do Corona Vírus.

 

Inovação a serviço da saúde

É preciso também pensar em novas formas de atuação para o cenário atual. A Domo Tactical Communications desenvolveu um dispositivo de diagnóstico remoto para ser usado por agentes de saúde. Utilizando tecnologia wireless e uma câmera operada remotamente, os agentes são capazes de realizar diagnósticos e decidir um plano de ação sem precisar se aproximar do paciente. O sistema é instalado em um case Pelican a prova d’água, resistente e leve o bastante para ser transportado por agentes e pacientes.

Ajudando os verdadeiros heróis

Além dos casos acima citados, a Pelican oferece cases projetados especificamente para agentes de saúde. Pensados para encarar os desafios do trabalho em campo desses profissionais, os cases EMS da Pelican são feitos de material leve, resistente, a prova d’água e de poeira e com fechos Press & Pull para acesso rápido. Suas bandejas com divisórias transparentes e com travas, é possível dispor instrumentos e substâncias de forma segura e eficiente.

 

Fonte: PELI, DTC, Al Jazeera, Pelican.

×

Atendimento

× Precisa de ajuda?